Pessoas desafinadas não evoluem espiritualmente

Posted on 20 de fevereiro de 2010

16


“Evolução espiritual” é algo que todo mundo quer. Muitos não se sabem o que é, não sabem para que serve, mas querem. Não há problema em querer evoluir em consciência, porém, para isso, algumas coisas precisam ser feitas e estas coisas não são adaptáveis. A verdade não é adaptável. Uma maçã é uma maçã, quer alguém queira que seja uma abóbora, um liquificador ou um esquilo. Será sempre uma maçã e assim é com a verdade. Ninguém a muda, é o que é. Quer se aceite ou não. O politicamente correto vem desgraçando toda a sociedade. As pessoas deixaram de buscar as coisas como são, como realmente funcionam, para adaptar para aquilo que elas querem, do modo que elas querem; o que é uma conduta inútil, pois todo mundo fala em “evoluir”, em “mudar”, mas não quer mudar, quer que a mudança que ela busca venha conforme ela quer e se ela cria a mudança que quer, não muda, pois não houve transcedência.

Por isto, com todo esta esquisitice do politicamente correto rolando solto no globo, a tendência é que as coisas cada vez piorem mais, pois a verdade que se busca é a verdade “relativa”, como se fosse possível haver “verdade relativa”. Verdade é verdade, se é verdade não é relativa e se é relativa não é verdade. A verdade é o que é.  Se existe um forte populismo em um dos pontos da espiritualidade é na questão de mantras. Não existe nada pior do que aceitar a preguiça e limitação das pessoas. Se uma pessoa quer que você realmente evolua, ela não vai dizer para você fazer o que quiser, do jeito que quiser, ela vai te mostrar como você deve fazer, do contrário ela não está verdadeiramente se importando com você. Na evolução espiritual não existe “fazer de qualquer jeito”.  Você faz como deve fazer ou não faz. É o “não tem tu, vai tu mesmo”.“Se não consegue entoar no tom, vai assim mesmo, vê o que dá aí”, “se não quer entoar, mentalize o som”. Se quer evoluir, vai ter que fazer as coisas como são e ponto.

O ser humano, utilizando do corpo físico como veículo de manifestação da consciência possui um corpo astral (“corpo psíquico”, “alma”, dependendo da nomenclatura), onde o corpo físico é apenas a contraparte material deste corpo. Assim como nós temos sentidos físicos (visão, olfato, tato, paladar e audição) que recebem as informações, passam ao cérebro e este interpreta em sensações (imagens, sons, gostos), o corpo astral também possui seus sentidos, os chamados “chakras”. Os chakras são canais de energia do corpo astral. Existem vários chakras, mas são em número de 7 os principais. Assim como o corpo físico precisa de cuidados e exercícios, para funcionar, o corpo astral também precisa. Órgãos são músculos, se você não os utiliza, atrofiam. Por isso que pessoas que acordam de estado de coma precisam fazer fisioterapia, para acomodar novamente os músculos que se atrofiaram pelo desuso a nova realidade. No corpo astral é a mesma coisa. Se você trabalha com os chakras, você desenvolve dons espirituais (intuição, telepatia, clarividência, clariaudiência, sensitividade, mediunidade, etc.), se não trabalha os chakras estagnam como um órgão físico que não é mais utilizado e assim ocorre o inverso da evolução. Se os exercícios fazem despertar os centros psíquicos (chakras), não fazer os exercícios estagna os chakras, e assim, o que temos por “involução” (“estagnação”).

Para despertar os centros psíquicos, um dos sistemas é através da ativação dos chakras, utilizando-se de mantras. “Um dos” porque existem outras coisas, como o equilíbrio dos elementos no corpo e etc. Os mantras são sons vocálicos que quando entoados acessam padrões de vibração cósmica de energias que fazem ativar os chakras. Literalmente, é como se você tivesse olhos mas nunca os tivesse aberto para enxergar. Os mantras ativam estes centros psíquicos e os fazem funcionar. O livre-arbítrio está até em seu corpo. Se você não mover a perna, ela não se moverá sozinha, assim é com os centros psíquicos, ficam estagnados se você não os ativar. Como nosso corpo é uma máquina cujo combustível é a alimentação e respiração, e que se você não se alimentar a máquina não funciona, o corpo psíquico, se não for despertado, também não funciona; por isso há tantas pessoas cuja intuição é menor que a de uma pedra, não conseguem sentir nada. Estes 7 chakras principais tem associação com os 7 espíritos de Deus, as 7 cores do arco-íris, as 7 notas musicais, os 7 planetas da astrologia e toda a simbologia do número 7. Para ativar os chakras é preciso um processo de meditação, que tem começo, meio e fim e que durante utiliza-se a entoação de mantras.

Os mantras representam sons cósmicos. Tudo é vibração. A Luz que gerou calor e criou vida manifesta-se no som. No universo, a translação dos planetas têm sons. Quando você ouve um mantra saiba que este som é a dança cósmica que os planetas fazem em seus movimentos de translação. Se você se projetar conscientemente ao universo, conseguirá ouvir.  Para você acessar esta energia, você deve vibrar como ela, no mesmo tom. É como um coral. Em um coral há diversos tipos de vozes (soprano, contralto, baixo e tenor). Existem as vozes mais agudas, as mais graves e as médias, entretanto, todos cantam no tom. Para cantar em um coral e se beneficiar da alegria que ali emana você não precisa ter a voz igual a de ninguém, mas você precisa cantar no tom. Se você não cantar no tom, você não se associa com o grupo. Com os mantras é a mesma coisa. Ou você entoa no tom e acessa a vibração da energia relacionada, ou você entoa da forma que quiser, mas não vibra na freqüência desta energia e assim não se beneficia do que esta energia proporciona.

Ocorre que muitas pessoas, com certeza com certa boa vontade até, instruem os outros a entoar os mantras como quiser, no tom que quiser. Isso é válido na medida que desperta o início do interesse e da prática para a pessoa, no verdadeiro: “é melhor entoar fora de tom do que não entoar”.Talvez, até esperando que no futuro a pessoa possa começar a entoar corretamente. Porém, por mais que haja boa vontade, não quer dizer que funciona. Se quer se beneficiar de uma energia cósmica maior você deve vibrar com esta energia. Outro ponto é a questão da mentalização dos mantras. Para quem está começando as práticas não adianta apenas mentalizar o mantra, é necessário que vocalize. Há ocasiões em que você, já tendo alcançado um certo nível de evolução nas práticas basta pensar em começar a entoar o mantra e você já recebe os benefícios da entoação do mantra. Existe um mantra específico para o despertar em astral. No começo, você precisa entoar o mantra completo, depois, com o tempo, menos vogais são necessárias, até chegar ao ponto de apenas pensar em entoar o mantra e você já sair em astral, sem ter pronunciado uma letra sequer. Naturalmente que isto ocorre para quem já tem certa experiência na prática.

Para quem está iniciando seus estudos neste campo do despertar do corpo astral (corpo psíquico), importa duas coisas principais: entoar o mantra no tom correto e vocalizar (não apenas mentalizar). A mentalização é importante, mas a vocalização é mais ainda. A vocalização representa a manifestação da vontade no plano concreto. Quando as coisas deixam o mundo das idéias e se manifestam no plano físico, através do som. Expressar em palavras é criar, falar é criar. Você precisa entoar o mantra para que ele começe a criar em todo o seu corpo a manifestação da vibração desta energia. Se você está começando com o trabalho no corpo astral precisa disso e no futuro talvez não precise mais e apenas com vontade já manifeste os benefícios do mantra sem ter que entoá-los. Existem outras coisas importantes referentes aos mantras, como as cores respectivas na visualização, a respiração, o iniciar e fechar meditação, mas a questão agora é a importância de vocalizar o mantra (não apenas mentalizar) e no tom certo, por isto, deixo os mantras e os respectivos tons musicais, logo abaixo.

Se você não entoar o mantra no tom, não adiantará nada, é perda de tempo e se você está começando com o trabalho, não adianta mentalizar, tem que soltar a voz mesmo. Uma dica para quem não consegue entoar o mantra no tom: você pode pegar um teclado musical e gravar as 7 notas (C, D, E, F, G, A e B) em arquivos de áudio, uma por uma. Segure cada tecla por uns 20 segundos (tempo médio da entoação de cada mantra), depois grave em um cd. Quando você for praticar, execute o cd. Assim você terá o tom que deve alcançar em cada mantra e será mais fácil pra você guiar a sua voz, pois você terá um norte. Você dá o play na faixa que gravou o tom por 20 segundos, e entoa o mantra respectivo. Fica mais fácil. O bom é gravar em sons mais duradouros, como flauta e strings, que mantém mais o tom. A gravação não precisa ser algo profissional, pode ser amadora mesmo, com um celular simples. O que importa é você ter o tom para a entoação.

Importa ressaltar também que os mantras devem ser entoados com o mesmo tempo em cada letra. Se o mantra é “AUM”, não se entoa “Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuum”, mas  “AAAAAAAUUUUUUUMMMMMMM”. Todas as letras com o mesmo tempo. Você deve cantar pra fora, não pra dentro. No mínimo 7 vezes seguida cada um, do 1º (básico) ao 7.º (coronário).
Quem desejar a evolução espiritual deve saber entoar os mantras nos respectivos tons, sob risco de estagnar seu corpo psíquico. Se não conseguir entoar no tom não conseguirá acessar energias cósmicas maiores e despertar seus centros psíquicos. Se isso é bonito ou feio, não sei, o que importa é saber como as coisas funcionam e aceitar que somos imperfeitos justamente por não conhecermos Deus e não o conhecemos porque queremos criá-lo conforme nossas próprias limitações. Na medida que você afasta o politicamente correto da sua vida e busca a verdade como ela é, e a aceita, sem querer modificá-la para a sua limitação, as portas dos céus vão se abrindo pra você. Quer entoar mantra fora de tom? Entoe, mas não espere nada com isso. É perda de tempo.

Os 7 chakras principais e seus mantras e respectivos tons :

1 – Básico = LAM – A
2 – Sacro =VAM – G
3 – Solar = RAM – F
4 – Cardíaco = YAM – E
5 – Laríngeo =HAM – B
6 – Frontal = OM – D
7 – Coronário = AUM – C

 

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto e seguir as instruções.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

 

Posted in: Rudy Rafael