Almas atrasadas apóiam o Aborto

Posted on 31 de maio de 2010

14


A grande maioria das pessoas acredita em Deus e crê que este mesmo Deus é perfeito. Acreditam que Deus é perfeito ao mesmo tempo em que acreditam que não possuem uma vida perfeita e que é possível que um Deus perfeito tenha criado uma existência imperfeita. Parece difícil de acreditar, mas as pessoas realmente acham possível que uma ação X resulte em uma reação Y e não em uma X. Acreditam que Deus criou todas as coisas mas por acreditarem que Deus, o mesmo que disseram acreditar ser perfeito, possa ter criado uma vida imperfeita dividem suas vidas em coisas boas / coisas ruins e vida perfeita / vida imperfeita. A vida perfeita é a vida sem problemas, com saúde, próspera, cheia de felicidades e facilidades. A vida com desafios, empecilhos e problemas consideram “imperfeita” e desta vida tentam fugir. Para isto dedicam suas vidas a estudos e trabalhos para obter dinheiro que resolva estes problemas e assim ter a vida perfeita que tanto almejam. Oram para que Deus mude as situações “imperfeitas” e lhes dê a vida fácil que querem. Oram para que Deus mude aquilo que Ele mesmo lhes enviou ao invés de pedirem para mudar em si mesmos o modo como recebem e interpretam aquilo que lhes foi enviado. Naturalmente que estas orações não são atendidas.

Através desta conjectura de vida em “perfeita” / “imperfeita” as pessoas acabam buscando sempre a vida sem problemas. Surge a fé no dinheiro. Colocam toda a sua vida em estudos e trabalhos achando que o dinheiro lhes dará segurança, estabilidade e consequentemente uma vida fácil. Aí surgem os problemas que o dinheiro não pode resolver; os acidentes, as doenças e tantas outras coisas que a todo momento mostram ao homem que não existe vida estável pois a lei da vida é a mudança. A mudança é estabilidade e a estabilidade é mudança. Quanto mais as pessoas tentam estabilizar as suas vidas mais coisas lhes aparecem para ter que resolver. O pobre ou o rico, branco ou negro, jovem ou idoso, homem ou mulher, todos têm problemas para resolver e estes fazem parte de um propósito de Deus para cada um pois tudo vem de Deus. A consciência evolui através da vida e é através dos desafios que ela aprende. Os problemas não existem para serem vividos e cultivados mas para serem superados e enquanto não forem superados continuarão ali, como fantasmas assombrando cada um e como demônios que não sendo exorcizados continuarão na vida de cada pessoa até que faça o que tem que ser feito e até que cada um adquira a sabedoria necessária à lição pela experiência e isso seja impregnado em sua consciência para que possa então viver um novo desafio para adquirir uma nova sabedoria.

Não se atendo às ordinárias opiniões de quem defende o aborto, acima de tudo o princípio que norteia a interrupção da vida pelo aborto é a desistência, a covardia de não encarar o problema, pois é assim que consideram a vida do nascituro: um “problema”. Consideram como problema a reação de suas próprias ações; pois nada vem do nada e a vida foi gerada pela ação de um casal e que deve assumir e se responsabilizar por estes efeitos. Os que defendem o aborto o consideram como uma prova de “evolução” onde a mulher dispor do próprio corpo demonstra uma nova consciência social, entretanto, o aborto, longe de ser uma evolução, é muito mais uma prova do atraso de cada consciência do que de progresso. A evolução não vem pela fuga de um problema mas por enfrentá-lo e superá-lo. A evolução não é se acovardar diante do problema mas agigantar-se e encorajar-se para encará-lo e vencê-lo. Uma nova consciência para a humanidade não é  fugir dos problemas que ela mesma criou, mas encará-los para superá-los e assim transcender à uma nova realidade. O tempo não é responsável por salvar o homem de si mesmo. O tempo não irá consertar o que o homem desarrumou e é ao homem que será dada a responsabilidade de harmonizar o que desarmonizou. Leve o tempo que for e custe o que custar o homem sempre terá que responder pelos seus atos. Não adianta tentar fugir.

Se o casal não tem condições de criar o filho que crie estas condições, que dê um jeito, que se supere, isto também é evolução: ser e se tornar alguém melhor. Se os pais não se amam, que desenvolvam amor e aprendam a amar o filho e que criem em si o amor incondicional de conseguir amá-lo sem exigir para isso o amor do outro pai. Se um dos pais não ama a criança que o outro ame por ele. Ninguém tem o fardo maior que pode suportar e se uma criança surgiu na vida de uma pessoa é porque existe um porquê. Querer uma vida fácil e fugir de enfrentar estes problemas financeiros e emocionais ao ponto de resolver sacrificar uma vida esperando que com isso não tenha que se preocupar com o “problema” é absoluta ignorância de como as coisas funcionam no plano cósmico. Tudo vem de Deus, seja aquilo que consideram “bom” ou “ruim” e o que consideram “ruim” é somente pela incapacidade de perceber além do que os olhos podem enxergar. A pessoa que tenta eliminar o “problema” através do aborto não está se “livrando” da situação pois o que ela tinha para aprender, desenvolver e evoluir com o nascimento desta criança continuará ali e uma hora ou outra ela terá que enfrentar isso. A responsabilidade da ação que a pessoa não assumiu ela terá que assumir. Não existe decadência ou prescrição de aprendizado espiritual. O aborto é fuga e não existe fuga no plano cósmico.

As pessoas que são contra o aborto de forma alguma devem se voltar contra as que são a favor mas sim desenvolver a tolerância com estas pessoas que sendo ignorantes nas questões mínimas da espiritualidade acham que podem resolver o problema eliminando-o. Os que são contra o aborto não devem ter ou mover qualquer sentimento e força negativa contra quem apóia mas sendo conscientes de uma realidade maior, sabendo que tudo é conectado e nada é por acaso, devem compreender que as pessoas que apóiam o aborto são pessoas como nós mas mais atrasadas em consciência e que ainda não conseguem visualizar a situação de uma forma menos material e temporária. Devem saber que os que apóiam o aborto não sabem que um Deus perfeito tem uma criação perfeita, que tudo vem deste Deus perfeito e toda situação que vem ao homem é perfeita e apenas vista como imperfeita pela ignorância e cegueira das pessoas que acabam considerando tudo aquilo que não lhes dê uma vida fácil como um problema. Os que são contra o aborto devem ter consciência que estão ajudando tanto a criança como os pais desta a terem a vivência e experiência que precisam e que assim como tem amor à vida da criança a nascer devem ter amor às almas que atrasadas em consciência apóiam o aborto e portanto devem ter o mesmo tipo de amor e esforço em tentar ajudá-las para que tenham o desenvolvimento de uma nova consciência, uma consciência de responsabilidade e de transformação de si mesmos.

 

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto e seguir as instruções.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

 

Posted in: Rudy Rafael