Os sonhos domesticadores dos da ponta de baixo

Posted on 5 de junho de 2010

6


 

A hierarquização piramidal da estrutura social não permite que alguém da base chegue à ponta. Esta é a regra. Existe uma manutenção de castas sociais e uma barreira invisível cuja força age impedindo que os de baixo subam e os de cima desçam e aqueles que conseguem subir o fazem por uma anormalidade nesta barreira e que gera uma verdadeira interdimensionalização. É através destas aberrações estruturais, onde o pobre ascende ao topo, que se domestica toda a população mundial. Quando na TV tem a entrevista com o jogador de futebol famoso, que veio da favela, que venceu todos os obstáculos e se tornou milionário e pôde dar uma vida boa à sua pobre mãe que vendia salgadinhos para comprar o passe de ônibus para ele ir treinar, não mostram os outros milhares de homens que também tentaram ser jogadores de futebol e não conseguiram, não mostram as outras milhares de mães que também faziam do sonho de seu filho o seu e que faziam o possível e o impossível para que o filho também tivesse a chance. Milhões de homens tentando, seguindo duras disciplinas desde cedo, um consegue, mostra-se apenas este, não os outros milhares que não conseguiram e é nesta exceção que criam a regra que vai domesticar toda uma civilização.

Muita gente com medo do futuro joga-se nos concursos públicos como forma de “estabilidade”. Quanto melhor o cargo e maior o salário mais difícil é e mais pessoas tentam. Cargos públicos que exigem vários documentos para tomar posse, como certidão de antecedentes criminais, alistamento militar, estar em dia com a justiça eleitoral, vacinações e tantas outras coisas. Milhares de pessoas querendo cargos públicos e para isso “andando na linha”. Pela esperança de conseguir a tão sonhada “estabilidade” dançam conforme a música, votam direitinho, obedecem as leis, tomam vacinas e fazem tudo aquilo que quiserem que façam. Milhares de pessoas fazendo isso para que poucas consigam os cargos e quando se explora este esforço o que aparece é o que passou, não os outros milhares que também se esforçaram, que também estudaram, que também sacrificaram suas vidas para conseguir esta “estabilidade”. Em matérias e entrevistas com bandas, modelos, atores, artistas em geral e todo meio que expresse a idéia de “sucesso” é a mesma coisa, mostram somente a ínfima parcela dos que alcançaram o objetivo.

Sempre quando mostram essas coisas o objetivo é mostrar o “você pode”, “você consegue”, “veja, ele tinha uma realidade como a sua”, “ele era pobre e agora é rico, você também quer ser rico, não é? Então faça como ele”, “olha onde ele morava antes e onde mora agora, você quer isso, não quer?”. Mostra-se o antes na pobreza e o agora na riqueza para cativar as pessoas. A maioria das pessoas é pobre e assim, com essa propaganda, muita gente se identifica e vai fazer o que for necessário para conseguir aquilo que o outro conseguiu. Assim começa a domesticação das massas através dos sonhos onde sempre vai ficar claro o esforço e a disciplina para conseguir aquilo que se quer. Esforço e disciplina que irão ocupar a vida destas pessoas com trabalho, trabalho e trabalho e que enquanto elas estiverem sedadas buscando seus sonhos não irão incomodar os da ponta de cima da pirâmide. Neste tipo de situação a moral ajuda a injetar mais ânimo nas pessoas pois elas irão querer “vencer” e irão querer mostrar “perseverança”. A pessoa “que não desiste” vai ser louvada mesmo que nunca consiga o que quer e mesmo que existam milhões ou milhares de pessoas tentando o que poucas irão conseguir.

Existe muita gente no mundo, se todos os pobres, todos os excluídos socialmente, se a grande massa da população resolvesse se rebelar contra sua situação infeliz o negócio ficaria feio para os de cima então é preciso controlar esta gente e assim usam a domesticação através dos sonhos. Injetam o tempo todo promessas de riqueza, prestígio, fama e poder através da mídia e pegam um exemplo aqui ou lá, pegam um de baixo e trazem para cima, para mostrar que é possível a qualquer um e assim as pessoas vão vivendo suas vidas achando que aquilo é possível e viverão regradas, disciplinadas e domesticadas. Enquanto estas pessoas tiverem suas vidas voltadas a ser o jogador de futebol famoso, o artista famoso, o funcionário público com salário avassalador, elas não terão tempo para pensar nos porquês da vida, nos porquês de sua existência e nos porquês das coisas serem como são. Para controlar os pobres dão o sonho de que podem ser ricos, controlam a multidão e mantém o eterno estado de imutabilidade das castas da posição na hierarquia social, a criminosa estrutura em que 10% da população mundial possui 90% das riquezas do mundo.

No dia em que a população acordar e perceber que existem milhões de pessoas movendo suas vidas para conseguir o que poucos conseguem irão perceber no que estavam inseridos. Em um universo de controle, manipulação e entorpecimento que tem consumido suas vidas a troco de nada, cujo único sustentáculo é a esperança, pois nada lhe dão além da esperança mesmo que nunca alcancem aquilo que para tanto se esforçaram. Se existem milhares de pessoas tentando poucas coisas é óbvio que existe algo errado além de faltar um critério lógico e racional para isto. Jogam as pessoas neste infinito oceano de esforços em que elas terão que depositar suas vidas inteiras a troco de nada. Milhares de pessoas tentam, se esforçam, uma consegue, é visível que existe uma falha neste sistema pois não há como dizer que apenas uma se esforçou ou dizer que foi “sorte” da que conseguiu. Se ao mostrar o sucesso do que conseguiu mostrassem os outros milhares e seus esforços e de que aquilo nada adiantou talvez todas estas pessoas que entregam suas vidas em esforços inúteis acordassem para uma nova realidade. As pessoas deveriam buscar quebrar esta estrutura ao invés de dedicarem suas vidas para subir nela.

 

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto e seguir as instruções.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

 

Posted in: Rudy Rafael