Vocês devem aos Reptilianos

Posted on 16 de junho de 2011

41


 

Humanos são apenas bestas que foram evoluídas geneticamente por seres extraterrestres Reptilianos para melhor servirem como escravos. Não fosse a atuação dos Reptilianos os humanos ainda seriam primatas semiquadrúpedes vivendo por seus instintos mais primitivos de satisfação de necessidades fisiológicas básicas. A humanidade ainda estaria vivendo a lei do mais forte e o homem viveria pela força física, impondo-se incondicionalmente contra o seu semelhante apenas para satisfação própria. Se tivesse fome, entraria na casa do outro, o abateria, pegaria o seu alimento e comeria. Se quisesse ter uma relação sexual, ao avistar a fêmea à pegaria à força ou à roubaria do outro. Se estivesse passando frio, pegaria a vestimenta do outro dando-lhe uma pancada na cabeça e fazendo-o desmaiar. O homem original, sem a atuação dos Reptilianos, era assim e continuaria sendo assim até hoje se eles não tivessem intervindo.

Os incongruentes dizem que a manipulação genética realizada por seres extraterrestres gera karma, como se fosse uma interferência no livre-arbítrio ou uma atuação direta no que era para ser o caminho natural da raça geneticamente modificada. Tal pensamento (se é que pode ser chamado assim) é fruto da ignorância do homem, que nada consegue descortinar. A Providência Divina age com o que tem. Faz parte do plano divino conectar tudo e todos de forma que ações e reações impregnem-se o tempo todo e apenas a ignorância da besta humana, sempre presa nos sentidos, não consegue vislumbrar. Sendo a evolução uma lei cósmica universal, apenas o ser humano, viciado em sua ética ditada, não consegue perceber que ela é operada, neste sentido, através de seres extraterrestres. O homem conceitua, condiciona e limita tudo que existe e por isso não consegue perceber nada que não lhe tenha sido indicado para perceber.

O sistema educacional da Terra é uma grande palhaçada, um grande circo com picadeiros espalhados por todo o planeta. As pessoas não vão à igreja porque dizem que a religião aliena, mas passam ¼ do seu dia, 5 dias por semana, trancados em uma sala de aula ouvindo alguém lhes dizer o que é a verdade, o que é mentira, no que acreditar, no que não acreditar, o que é real, o que é falso, como pensar e o pior, mentiras e mais mentiras sobre a sua própria origem e história. A pessoa que acredita nas histórinhas contadas pelo sistema educacional, de que o homem veio evoluindo através de bilhões de anos para se tornar o que é, não é, absolutamente, nenhum pouco menos tola do que o religioso que acredita que o homem, como é agora, simplesmente foi criado assim, do nada, por Deus. Tudo é histórinha e tudo é mentira. O homem foi evoluído, e assim criado, por seres extraterrestres Reptilianos que detinham desenvolvimento científico para isto.

Os humanos vivem presos na mente. Esta é a escravidão atual que lhes assola. Alguns perguntam em relação aos extraterrestres: “Óh, mas se eles existem, por que não chegam e dominam tudo?”. Simples, porque hoje a escravidão não é mais física, é mental. Escravizando a mente de uma pessoa é escravizado também o seu corpo. Através da escravidão da mente, que fecha o homem às possibilidades, é que existe o controle; controle que é necessário e de que todos usufruem no mundo todo. O que hoje impede a besta humana de sair matando, roubando e estuprando não é a consciência de não querer fazer mal ao próximo ou o Amor, mas o medo. O homem precisa de medo, pois também se alimenta disto. O homem gosta do medo. É pelo medo de ir preso ou para o inferno que o homem não faz determinadas coisas ao seu próximo. Se não existisse a ameaça da prisão e de queimar eternamente o homem tocaria o terror no planeta. Aí o caos estaria plenamente instalado.

Este sistema de medo foi criado pelos Reptilianos. Quando chegaram no Egito e instituíram a figura do faraó, que era um deus na Terra, colocaram para a humanidade, até então grupos de bestas vivendo na lei do mais forte, o dever da obediência a algo mais forte, o faraó. Assim surgiu o Estado. Depois dos faraós vieram os imperadores romanos, a monarquia européia e agora o sistema presidencialista; sempre existindo a figura do Estado e do poder; e do medo. Quando alguém se sente ameaçado por um criminoso imediatamente liga para a força policial, que possui autoridade para exercer legalmente a força contra o pretenso criminoso. De mesma forma o medo do castigo eterno existe em todas as religiões. “Deus castiga”, “Deus pune”, “inferno”, “karma”, “umbral” e tudo aquilo que mantenha o homem no eixo, por medo. Muita gente não tem medo da justiça humana, mas tem medo da divina. É a força do medo a única que o homem respeita.

As experiências genéticas dos Reptilianos, através dos greys altos e médios, com os humanos aconteceram e continuam acontecendo. Esclerosados soltam a franga por todo lado reclamando disto, mas mantém sua saúde graças às vacinas que tomaram e que foram descobertas com experimentação em animais. Isto nada mais é que um misto entre o vitimismo, a arrogância e a hipocrisia humana; pensam que podem fazer tudo com os outros seres vivos, mas ninguém pode lhes fazer nada. A maior tolice nisto tudo é achar que os Reptilianos fazem estas experiências com os humanos porque são “maus”. “Olha só, vejam, os Reptilianos têm impérios galácticos para administrar, mas eles vêm aqui na Terra perder tempo pra enfiar agulhas nos humanos. Óh.”. E tem gente que acredita nisso. Os experimentos são feitos com o intuito de desenvolver a raça humana, torná-la cada vez melhor e mais perfeita; aí está o real interesse dos Reptilianos.

O sistema imperialista dos Reptilianos é criticado como se fosse o partidarismo do próprio Satanás na Terra. Não fosse pelo ideal imperialista o mundo como se conhece hoje não existiria, tampouco a América. O continente americano só existe pelo instinto imperialista aflorado nos conquistadores. Através deste ímpeto de conquista e expansão territorial, cultural e econômica, que surgiram várias grandes nações em todo o planeta; do contrário a América hoje ainda seria uma terra de índios sem qualquer desenvolvimento. Uns acham que é bonito viver no meio do mato como os índios, em “comunhão com a natureza” e sem qualquer desenvolvimento, mas tanto a lei da vida é a mudança como a evolução é uma lei cósmica e isto de viver no meio do mato como os índios “com a natureza” não vai, não pode e não deve perdurar eternamente. A mudança é uma lei cósmica e ir contra isso é ir contra si, pois o homem é um reflexo do universo.

Muitos reclamam, falam mal, choram, difamam, demonizam e têm uns que até chegam a dizer que estão “em guerra” contra os Reptilianos (como se fosse possível à humanidade até mesmo combatê-los desta forma), mas não sabem que o que são hoje devem aos Reptilianos, pelo que estes fizeram com o homem, principalmente na evolução genética que lhes permitiu desenvolver as faculdades que hoje possuem. Se existe um contrato social onde vivendo em sociedade convencionou-se que a lei da força física não mais impera e onde existe a imensurável regra do respeito à liberdade do próximo, seja pelo medo da justiça humana ou divina, é pela atuação dos Reptilianos. Hoje a humanidade dorme em paz sabendo que não é mais permitida a barbárie e que o homicídio, o roubo e o estupro não ficarão impunes pois existe um Estado com poder e força para reprimir tais condutas. Os humanos nada têm a falar contra os Reptilianos, pois a eles devem, e muito.

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto e seguir as instruções.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

 

 

Posted in: Rudy Rafael