Os penetrados pelo PT e seu desejo ardente por saúde e educação do Estado

Posted on 28 de outubro de 2013

4


O nível de penetração dos brasileiros pelo Partido dos Trabalhadores (PT) chegou a um ponto jamais visto na história do Brasil no que diz respeito à choradeira do povo pelas mamadeiras estatais. Nunca o brasileiro choramingou tanto por tanta coisa de graça do Estado e esta tacanhez de espírito só fortalece o PT, pois quanto mais o cidadão quiser que o PT seja seu pai provedor mais o cidadão será filho dependente do PT e lhe obedecerá como um menor impúbere obedece ao seu genitor. O Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães, um partido político alemão de esquerda formado por comunistas que instalou o nazismo na Europa e deu causa à 2ª Guerra Mundial, tinha o mesmo princípio do Estado-babá. A mesma deturpação da função do Estado serve agora ao PT em seu projeto de poder. O brasileiro já está adestrado para querer tudo de graça do Estado – mesmo aquilo que não compete ao Estado lhe dar – e desta forma o PT ganha tanto através da arrecadação de impostos quanto pelo aparelhamento do Estado.

É sabido que o PT está idiotizando o povo pois necessita de idiotas para ganhar votos. O efeito dessa idiotização se reflete no povo que reclama da corrupção na esfera pública e do mau uso do dinheiro arrecadado em impostos enquanto pede cada vez mais coisas de graça do Estado. O povo não se apercebe que quanto mais pedir do Estado mais o Estado arrecadará em impostos para pagar tudo isto que o povo quer de graça, tirando-lhe cada vez mais dinheiro. Todo regime de esquerda só subsiste com a idiotização do povo e é preciso ser idiota para querer que o Estado administre o próprio dinheiro fruto do próprio trabalho. O brasileiro prefere dar o dinheiro ao Estado, através dos impostos, para que o Estado o administre e lhe devolva em serviços do que administrar o próprio dinheiro e custear o que quer; prefere comprometer terrivelmente sua renda mensal pagando impostos ridículos para que o Estado lhe dê saúde e educação de graça do que pagar saúde e educação privada por conta própria.

Se o Estado não cobrasse tantos impostos as pessoas teriam dinheiro para pagar aquilo que precisam; poderiam pagar por conta própria saúde e educação privada com o dinheiro que vai para o Estado através dos impostos, ainda mais que não se comparam saúde e educação privada com saúde e educação pública. O serviço público jamais chegará aos pés do serviço privado. Quem vive na esfera privada vive no mundo do mérito, onde precisa provar dia após dia a sua qualidade oferecendo qualidade e sabendo que poderá perder o emprego para um profissional mais qualificado, de forma que isto o motiva a dar o melhor de si a cada dia e sempre qualificar-se. Já na esfera pública se convive com o comodismo decorrente da estabilidade do funcionário público que não tem medo de perder o emprego em razão da mesma. É naturalmente diferente o serviço oferecido por alguém que convive diariamente dando o seu melhor para não perder o emprego do serviço de quem cujo esforço é indiferente porque possui estabilidade.

A esfera pública é regida pelo “tanto faz”. Para um funcionário público tanto faz render X, 10X ou 0,1X, isso não interferirá em seus rendimentos mensais, pois aquilo que ele faz não irá crescer ou diminuir em razão de seu rendimento e todo mês o seu salário cairá em sua conta bancária independentemente do que ele fez. Já no universo privado o profissional sabe que poderá fazer o seu negócio evoluir e assim ganhar mais dinheiro, assim como sabe que se não render poderá ficar sem dinheiro, o que lhe motivará a dar sempre o seu melhor. Não há limites para onde podem chegar um colégio e um hospital privados, mas há limites para onde podem chegar uma escola e um hospital públicos; consequentemente o desempenho de um professor de um colégio privado é superior ao desempenho de um professor de uma escola pública, assim como o desempenho de um médico de um hospital privado é superior ao desempenho de um médico de um hospital público. O dinheiro motiva as pessoas a se superarem. Quem sabe que pode ganhar mais trabalha melhor.

No mundo privado a escolha dos profissionais é feita pelo mérito. Os diretores de um hospital privado e de um colégio privado os são por seus méritos, não por questões políticas. Um empresário sabe que perderá dinheiro se tiver empregados incompetentes. Já na esfera pública se convive com a situação de profissionais incompetentes exercerem cargos meramente por questões políticas. Nisso, o desempenho e a dedicação dos médicos e professores da esfera pública são irrelevantes quando confrontados com as questões políticas. Na esfera pública se dois ou mais funcionários disputam um cargo pouco importa o esforço e a dedicação de um deles se o outro tem o amparo político. Um candidato eleito não irá desprezar o apoio político que recebeu de alguém e quando surgir a oportunidade ele saberá retribuir o apoio recebido, sob pena de perder o apoio na próxima eleição. É o que acontece quando o familiar de quem apoiou um candidato necessitar de sua canetada em uma disputa de um cargo público entre funcionários públicos.

O Estado não surgiu para dar saúde e educação de graça para a população, assim como não surgiu para dar habitação, dinheiro para o cidadão gastar como quiser e tantas outras coisas que o brasileiro cada vez mais quer de graça. O Estado serve para garantir a segurança interna e externa, para reprimir a lei da selva entre as pessoas e para defender as fronteiras do país. A tributação arrecadada de um país não deve ser usada para pagar médicos e professores, pois o Estado não foi criado para isto. Os impostos devem ser recolhidos para efetivar o contrato social e garantir a ordem social, custeando o Ministério da Defesa, as policias, os três poderes e principalmente a aplicação das leis, não tudo aquilo que apenas serve para aumentar o poder do Estado colocando-o como provedor de tudo na vida do cidadão. A histeria coletiva dos brasileiros que clamam insanamente por saúde e educação do Estado é fruto da penetração que sofreram pelo PT e o que o PT mais quer é que a população lhe exija algo. Pessoas autossuficientes não votam no PT.

Quando os penetrados pelo PT ficam gritando por saúde e educação do Estado eles estão dando mais poder ao PT, pois estão aumentando a mão do Estado controlado pelo PT. Qualquer reivindicação popular que exija qualquer serviço público favorece o PT, pois avalizará o recolhimento de impostos para o seu custear. Uma pessoa que vive berrando que quer coisas de graça do Estado, mesmo que seja saúde e educação, não pode reclamar do IRRF que vem descontado todo mês de seu salário, do ISS que paga ao realizar ou contratar um serviço, do ITCMD que paga quando um familiar falece e precisa fazer um inventário, do ITBI que paga ao comprar um imóvel, do II que paga ao comprar um produto importado e não pode reclamar de ter que pagar imposto algum, pois ela mesma está avalizando a tributação ao gritar para o Estado lhe dar as coisas de graça. O brasileiro precisa ter consciência de que serviço público algum é de fato gratuito. Exigiu serviço público, será tributado. Quem não quer ter contas, não contrata.

A perpetuação do PT no poder vem também pelo aparelhamento do Estado. Em empresas privadas o PT não pode colocar membros do partido onde bem quiser; já na esfera pública existe a abertura para colocar companheiros e é este o motivo pelo qual o PT sempre demonizou as privatizações. Uma grande empresa possui inúmeros cargos que na esfera pública são preenchidos por questões políticas, enquanto que na esfera privada são preenchidos por méritos. Quando os penetrados pelo PT exigem saúde e educação do Estado eles estão dizendo para construir mais hospitais e mais escolas onde serão necessárias mais licitações – dispensa-se falar sobre o que acontece em licitações – e onde haverá mais cargos de confiança esperando para serem preenchidos pelo partido. O pior de tudo isto é que há pessoas que se dizem contra o PT enquanto clamam para que o PT aumente o seu poder aumentando a mão do Estado com a prestação dos serviços públicos. O PT seduziu até aqueles que se dizem contra ele, penetrando-lhes bem fundo.

O caminho para um povo viver bem não é usufruir da prestação de serviços públicos de qualidade, mas diminuir a carga tributária para poder usufruir dos serviços privados. Se o brasileiro não tivesse que pagar tantos impostos quanto paga lhe sobraria dinheiro para usufruir da saúde e da educação privada, que sempre serão imensuravelmente melhores do que a saúde e a educação pública. Quando uma pessoa exige saúde e educação “de qualidade” do Estado ela está dizendo para o Estado tomar o seu dinheiro e depois lhe pagar um médico e um professor, ao invés de ela mesma, com o próprio dinheiro, pagá-los. O brasileiro, idiotizado pelo PT, vive a ilusão de que ao receber um serviço público está recebendo aquilo de graça, mas coisa alguma é de graça. Os espíritos tacanhos têm dificuldade em compreender que é melhor pagar diretamente por um serviço do que recebê-lo “gratuitamente” do Estado, pois pensam que é melhor receber um serviço público “de graça” do que ter que pagar por um serviço privado.

Ignorantes diriam que a saúde e a educação pública são necessárias em razão dos altos preços da saúde e da educação privadas, mas isto seria resolvido por um ajustamento natural do mercado. Em relação à saúde e à educação privada quem, por princípio de buscar o melhor para si e sua família, paga X por tais serviços também pagaria 1,5X, mas quem não paga X, porque acha que pode usufruir de tais serviços gratuitamente através do Estado, não pagaria 0,5X. Se houvesse menos tributação as pessoas teriam mais dinheiro para contratar saúde e educação privada; isto faria aumentar a busca de tais serviços, a concorrência aumentaria e consequentemente os preços reduziriam, pois não haveria mais a necessidade de compensar no preço do serviço a procura. É ignorância reclamar da corrupção na esfera pública, do mau gasto do dinheiro público e do PT enquanto se clama pela mão do Estado para tudo, principalmente para aquilo que não é função do Estado e que a iniciativa privada faria muito melhor, por muito menos e com muito mais transparência.

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto e seguir as instruções.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

 

 

Marcado: ,
Posted in: Rudy Rafael