O que os demônios da Goetia querem em troca

Posted on 12 de agosto de 2019

0


Uma das maiores dúvidas dos que se arriscam a se envolver com a Goetia é o que dar para o demônio evocado em troca do atendimento de seu pedido. Em verdade, é bom que as pessoas que desejam se arriscar com a Goetia compreendam que devem dar algo ao demônio evocado, pois coisa alguma vem de graça e cair na estupidez de achar que pode “obrigar” um demônio a fazer algo de graça é uma tremenda tolice. Não existe nada de graça. Nada vem de graça. Não existe atendimento de pedido em ritual de Goetia grátis. Não existe atendimento de pedido de magia grátis. Tudo tem o seu preço. De semelhante modo, não há como obrigar um demônio da Goetia a atender um pedido seu. Uma pessoa que acha que pode obrigar um poderoso demônio da Goetia a atender um pedido seu não sabe o que é Goetia. O demônio da Goetia atende o pedido porque ele quer.

Tudo tem o seu preço, pois para que algo se concretize é necessário que haja uma força criadora que dê origem ao que se pretende alcançar. Primeiramente é preciso compreender que um demônio da Goetia não vai querer algo em troca para atender um pedido porque ele precisa. Um demônio da Goetia é um demônio da Goetia e um ser humano encarnado não possui coisa alguma que um demônio da Goetia precise. Nenhum ser humano encarnado possui coisa alguma que qualquer espírito elevado possa precisar ou querer. Tudo o que o ser humano possui é efêmero e passageiro e o que é efêmero e passageiro não interessa aos espíritos elevados. Não existe espírito elevado que seja refém de coisas materiais ou de energias carnais. Um demônio da Goetia não precisa de coisa alguma que o ser humano tem a oferecer.

O demônio da Goetia vai, antes de tudo, querer algo porque ele precisa de algo do ser humano para hermeticamente ter a energia criadora que ele precisa para atender o próprio pedido da pessoa. O demônio acaba, na prática, pedindo algo para que ele possa, respeitando as leis herméticas, atender ao pedido da pessoa. É como uma pessoa que pede uma casa a alguém e o seu construtor pede o material para construir a casa, por mais que ele não cobre seus honorários para construí-la. O demônio da Goetia precisa de algo do pedinte para que possa satisfazer o pedido do pedinte. Até os “demônios” conhecem e respeitam as leis universais e é preciso algo para que se possa dar origem à alguma coisa. O “em troca” que o demônio pede é a energia criadora para satisfazer o pedido. Na prática, o demônio “ajuda a pessoa a se ajudar”.

Aquilo que o demônio da Goetia pedir será sempre algo hermeticamente simbólico, representativo, pois para ele, em verdade, aquilo não será coisa alguma. Mas, como o demônio da Goetia precisa pedir algo para respeitar as leis universais, ele pede. Não há ser na Grande Criação do Grande Deus Criador que receba qualquer coisa sem que tenha havido uma força criadora daquilo e com o ser humano não poderia ser diferente. O ser humano precisa compreender que ele precisa dar algo ao demônio da Goetia, por isso o demônio da Goetia pede, não porque ele é mau, traiçoeiro ou coisa do tipo, é apenas a forma como as coisas são no Universo. Quem quer algo tem que dar algo em troca. O ser humano sempre precisará dar algo em troca para conseguir o que quer e isso se vê na relação entre trabalho e dinheiro onde o dinheiro vem da força do trabalho.

Compreendido que o demônio da Goetia tem o direito de pedir algo em troca, é necessário saber o que dar a ele e isso é muito particular. Cada um saberá o que deverá dar em troca e isso lhe será revelado de forma particular, assim como tudo na Goetia é muito particular. Seja por intuição, sonhos, simbolismo, jogos adivinhatórios etc., cada um saberá exatamente dentro de si aquilo que o demônio da Goetia quer e nisso deverá confiar na resposta, pois a resposta não se procrastinará. Se alguém quer saber o que demônio da Goetia quer e joga tarot para saber a resposta deve confiar na primeira resposta que lhe vier, pois não haverá mais outras inúmeras respostas, não haverá enrolação. Não existe enrolação no mundo espiritual. O demônio da Goetia não estará para satisfazer insegurança de quem não acredita em si. Magia não é para indecisos.

O que o demônio da Goetia vai querer basicamente é algo que possa propagar seu nome e suas imagens. O que os demônios da Goetia querem é fama, querem aparecer para o mundo para que seus nomes e imagens sejam propagadas para o maior número de pessoas possível. Os demônios da Goetia vivem de popularidade, de fama, e querem seus nomes propagados pelo maior número de meios possível, seja por textos, livros, músicas, filmes e toda forma que possa propagar seus nomes e imagens. Muitas vezes uma pessoa pode ter feito um pacto com algum demônio da Goetia e depois fazer um texto, um livro, uma música ou um filme citando o demônio e as outras pessoas sequer desconfiarão que ela fez um pacto com um demônio da Goetia, mas o que importa ao demônio é que seu nome e suas imagens sejam propagadas.

Assim como o pagamento de um demônio da Goetia pode ser fazer a sua fama, não se deve fazer sua fama sem ter recebido algo em troca. Não se deve propagar um demônio da Goetia sem que isso seja o pagamento de um ritual. Da mesma forma que ninguém sai dando dinheiro à alguma companhia de telefone celular sem que seja para pagar sua fatura, não se deve propagar um demônio da Goetia sem que seja para pagar a dívida de um ritual. As exceções, é claro, ficam à conta do mago ou da bruxa que resolverem fazê-lo, como no caso da instrução das pessoas sobre a Goetia e demais casos à ciência particular do próprio mago ou da própria bruxa. Quem quiser propagar os demônios da Goetia gratuitamente deve saber devidamente porque o está fazendo.

O pedido do demônio da Goetia não tem relação com proporção, quer dizer: uma pessoa que pede US$ 1.000.000,00 não terá que pagar mais do que quem pede US$ 10.000,00, pois para o demônio da Goetia tanto US$ 1.000.000,00 quanto US$ 10.000,00 são irrelevantes, pois de fato coisa alguma representam para uma existência eterna de um espírito. O pedido do demônio da Goetia vai depender do momento e da pessoa que fez o pedido. O demônio da Goetia pode pedir algo insignificante para quem pede muito e pedir algo impactante para quem pede pouco. Assim, comparações de dificuldade de pedido entre pedintes são ilógicos e irracionais. Uma pessoa com pouco karma e muito dharma pode estar a poucos passos de conseguir US$ 1.000.000,00, enquanto que uma com muito karma e pouco dharma pode estar muito longe de conseguir US$ 10.000,00.

Independentemente do que o demônio da Goetia peça, não se deve terceirizar o pedido. Quer dizer: se o demônio da Goetia pedir que se faça um desenho de seu selo e se deixe guardado em uma caixa em uma prateleira não se deve pedir para alguém fazer o desenho, a pessoa mesma deve fazer o desenho, por mais que fique horrível e feio, não que a pessoa possa agir com desleixo e fazer um desenho horrível e feio porque “tanto faz”, mas, assim como tudo na magia, é sempre melhor algo horrível e feio feito com as próprias mãos do que algo maravilhoso e belo feito por outrem. A questão é a devoção no momento de construir e dar o seu melhor, mesmo que o seu melhor não seja o melhor do mundo. O que paga o ritual é a devoção de dar o seu melhor com a pureza de seu coração, não a imagem. Na magia não há espaço para a hipocrisia que há no mundo “racional”.

Os demônios da Goetia vão pedir alguma coisa que propague seus nomes ou suas imagens, como um texto na internet, uma publicação em uma rede social com seu nome e imagem de seu selo e coisas assim, simples, a não ser que se trate de uma pessoa com mais recursos e possibilidades para fazer algo maior, como um diretor de cinema que possa fazer um filme ou um músico que possa fazer uma música, mas o demônio não irá pedir algo que a pessoa não possa cumprir de forma natural à sua própria condição. A propagação do nome e das imagens de um demônio é o seu culto e eles apenas querem que seus nomes e imagens sejam propagados, pois aí está a sua força. Quanto mais pessoas souberem dos nomes e das imagens relacionadas aos demônios mais eles serão evocados, mais poderão fazer, mais receberão e mais se perpetuarão na Terra.

 


 

. Para se inscrever para receber por e-mail informações sobre novas publicações neste site basta inserir o endereço de e-mail no campo que se encontra logo acima do botão “Inscrever-se” que se encontra no canto esquerdo da tela deste site logo abaixo de minha foto, clicar em tal botão e seguir as instruções seguintes.

.. Contato: https://rudyrafael.wordpress.com/contato/

∴ Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

Posted in: Rudy Rafael