Iron Maiden – Ótimo grupo para tocar no Carnaval

Posted on 13 de janeiro de 2010

17


Quem disse que “vestibular é que nem carnaval, todo ano tem” certamente desconhecia o grupo Iron Maiden; pois se assim fosse teria colocado uma variante a mais na sentença. Assim como vestibular e carnaval o grupo de heavy metal Iron Maiden toca no Brasil praticamente todo ano demonstrando todo o seu potencial de grande banda enquanto bandas inferiores apenas tocam na América do Norte, Ásia, Oceania e Europa. Com toda esta comunhão com o povo, o povo realmente festivo do heavy metal acaba tendo uma associação natural com o carnaval do Brasil pela regularidade das festas populares tanto pelo carnaval quanto pelo show do Iron Maiden. O boneco carro-chefe de Iron Maiden, Eddie, que dança no palco se mexendo em ritmo frenético levando o povo à loucura como um verdadeiro carro alegórico faz de Iron Maiden um grupo extramemente relacionado às raízes do carnaval de Olinda onde utilizando-se de bonecos feitos de pano, madeira e papel, faz a festa do povo.

As pirotecnias nos shows de Iron Maiden não perdem em nada para qualquer encerramento de escola de samba nos desfiles do carnaval do Rio de Janeiro. As roupas, cabelos e execução das canções se assemelham em muito com o grupo de axé Chiclete com Banana que através de seus acordes nervosos levanta o povo brasileiro nas ruas durante o carnaval assim como faz o Iron Maiden em seus shows onde os integrantes, esbanjando jovialidade, dançam fervorosamente correndo de um lado para o outro do palco sempre com o objetivo de não deixar a peteca (animação) cair. O abadá de Iron Maiden já está pronto. O boneco Eddie faz com que toda camiseta de Iron Maiden tenha a mesma temática, a mesma universalidade, fazendo com que seja desnecessário que se compre novos abadás para identificação nos shows. As músicas de Iron Maiden, como o clássico Run To The Hills, podem muito bem se transformar em trenzinho onde o grupo pode dirigir o povo para um lado e para o outro cantando: “Run To The Hills -> Direita!”, “Run To The Hills -> Esquerda!”.

A canção The Clansman, sendo refeita em fricote, pode virar hit enfurecedor com todo o povo cantando “Com o vento em seu cabelo, Com saudades de sentir, Apenas de ser livre”, assim como o carnaval traz a liberdade de espírito. E o que dizer do power hit “Seis! Seis! Seis! O número da Besta”? Certamente que os que já dançaram ao som de “Na casa do Senhor, não existe Satanás! Xô, Satanás! Xô, Satanás!” ficariam bem à vontade bailando ao ritmo de 666 – The Number Of The Beast. Por se tratar de festas populares com frequência parecida (o show do Iron no Brasil é praticamente anual) e intenções parecidas (agitar o povo) colocar o Iron Maiden para tocar no Carnaval seria uma proposta tentadora para aqueles que buscam muita folia e diversão. Sempre com responsabilidade, é claro.

 

Contato:

 

Para ver outras publicações relacionadas ao tema consulte o etiquetado logo abaixo.

Marcado:
Posted in: Rudy Rafael